Mulheres Independentes




Um certo rei em um dia qualquer do qual ninguém se lembra proclamou a si mesmo rei de todos os homens o que de fato agradou as mulheres que nunca viram no homem de sobrancelhas falhas uma grande figura de liderança.

Os homens se ocupavam de falar besteiras, beber cerveja na taberna suja, acordar na sarjeta, dormir até mais tarde, contar piadas e se exibirem nas competições de força comuns naquelas bandas.


Ah e quando dava tempo eles trabalhavam onde quer que fossem úteis suas habilidades desgastadas.
 
As mulheres cuidavam das crianças, aravam a terra, cuidavam da colheita, limpavam a casa, cozinhavam, costuravam, alimentavam os porcos, vacas , cabras e qualquer animal na fazenda, pegavam água, e a noite escutavam as histórias de coragem de seus maridos embriagados.


Assim seguia a vida naquele reino isolado e diminuto.

Se você perguntasse às mulheres se elas se incomodavam com os homens festando enquanto elas mantinham tudo em ordem, qualquer uma ela lhe daria um piscada confiante e exibindo um seu braço delicado e musculoso diria, “ deixe esses pirralhos brincarem, assim não nos atrapalham”.

Como pode ter notado essas mulheres eram moças, senhoras e meninas bastante independentes e em nada lhes atrapalhava homens indo e vindo por aí com suas besteiras cotidianas, elas os aceitavam e estava tudo bem.

0 comentários